IDEAS home Printed from https://ideas.repec.org/p/por/fepwps/333.html
   My bibliography  Save this paper

Serão os ‘estudantes empreendedores’ os empreendedores do futuro? O contributo das empresas juniores para o empreendedorismo

Author

Listed:
  • Ana Sofia Ferreira

    () (Faculdade de Economia da Universidade do Porto, Portugal)

  • Leonídio Fonseca

    () (Faculdade de Economia da Universidade do Porto, Portugal)

  • Lilian Santos

    () (Faculdade de Economia da Universidade do Porto, Portugal)

Abstract

Poucos estudos empíricos têm sido feitos sobre empreendedorismo social, em particular, sobre o trabalho feito por indivíduos ou organizações cujo objectivo é solucionar problemas de cariz social. As empresas juniores e associações de alunos criadas no seio do sistema de ensino superior, cujo objectivo é a promoção do estreitamento de relações entre estudantes e empresas, são um exemplo deste tipo de organizações. Nas últimas décadas o número de empresas juniores no sistema de ensino superior tem aumentado significativamente. Alguns alegam que elas representam verdadeiras "incubadoras" de talentos e negócios, numa escala relativamente pequena, que está adaptada às actividades académicas dos alunos envolvidos. A literatura existente sobre empreendedorismo social e empreendedorismo efectivo geralmente enfatiza, respectivamente, aspectos conceituais e a enumeração das características de um indivíduo com um perfil empreendedor. Além disso, a literatura sobre empreendedorismo estudantil aborda particularmente o papel da educação e da formação no empreendedorismo, como uma forma de promover e reforçar as atitudes empreendedoras dos estudantes. O nosso estudo difere da literatura existente no seu objectivo e alcance, proporcionando uma abordagem complementar. Em concreto, analisamos não a forma de incutir o espírito empreendedor através de planos de estudos ou de formação, mas sim, como a participação dos estudantes envolvidos em empresas juniores contribui para o desenvolvimento das suas potencialidades e reforçar, através da prática, as características empreendedoras. Assim, o nosso objectivo é compreender até que ponto o trabalho nessas organizações desenvolve nos alunos competências empreendedoras e a importância que essas organizações podem ter na formação de futuros empresários e CEOs. Mais especificamente, analisamos como a participação de estudantes nas empresas juniores aumenta as suas competências, nomeadamente em matéria de liderança, criatividade e inovação, facilitando não só a entrada (com êxito) no mercado de trabalho, reflectido na ocupação de determinados cargos, mas também incentivando a criação de novas oportunidades. Para alcançar estes objectivos administrámos um inquérito a todos os ex-membros da FEP Junior Consulting, uma empresa júnior da Faculdade de Economia do Porto, com 12 anos de existência. Baseado em 44 respostas dos 93 ex-membros (taxa de resposta: 47,3%) concluímos que a participação na FJC desenvolve características empreendedoras, com metade dos inquiridos a apresentar características empreendedoras (empreendedorismo potencial) e 11,4% dos inquiridos tendo já criado um negócio (empreendedorismo efectivo), média esta superior à verificada na população adulta portuguesa.

Suggested Citation

  • Ana Sofia Ferreira & Leonídio Fonseca & Lilian Santos, 2009. "Serão os ‘estudantes empreendedores’ os empreendedores do futuro? O contributo das empresas juniores para o empreendedorismo," FEP Working Papers 333, Universidade do Porto, Faculdade de Economia do Porto.
  • Handle: RePEc:por:fepwps:333
    as

    Download full text from publisher

    File URL: http://www.fep.up.pt/investigacao/workingpapers/09.08.27_wp333.pdf
    Download Restriction: no

    More about this item

    Keywords

    empreendedorismo; associativismo juvenil; Portugal;

    NEP fields

    This paper has been announced in the following NEP Reports:

    Statistics

    Access and download statistics

    Corrections

    All material on this site has been provided by the respective publishers and authors. You can help correct errors and omissions. When requesting a correction, please mention this item's handle: RePEc:por:fepwps:333. See general information about how to correct material in RePEc.

    For technical questions regarding this item, or to correct its authors, title, abstract, bibliographic or download information, contact: (). General contact details of provider: http://edirc.repec.org/data/fepuppt.html .

    If you have authored this item and are not yet registered with RePEc, we encourage you to do it here. This allows to link your profile to this item. It also allows you to accept potential citations to this item that we are uncertain about.

    We have no references for this item. You can help adding them by using this form .

    If you know of missing items citing this one, you can help us creating those links by adding the relevant references in the same way as above, for each refering item. If you are a registered author of this item, you may also want to check the "citations" tab in your RePEc Author Service profile, as there may be some citations waiting for confirmation.

    Please note that corrections may take a couple of weeks to filter through the various RePEc services.

    IDEAS is a RePEc service hosted by the Research Division of the Federal Reserve Bank of St. Louis . RePEc uses bibliographic data supplied by the respective publishers.