IDEAS home Printed from https://ideas.repec.org/a/rib/revibe/rev12_03.html
   My bibliography  Save this article

Investimento ambiental em indústrias sujas e intensivas em recursos naturais e energia

Author

Listed:
  • Frederico Cavadas Barcellos

    () (IBGE/DPE - Núcleo de Estatísticas Ambientais)

  • Jurandir Carlos de Oliveira

    () (IBGE/DPE - Coordenação de Indústria)

  • Paulo Gonzaga M. de Carvalho

    () (IBGE/DPE - Núcleo de Estatísticas Ambientais)

Abstract

O crescimento industrial brasileiro, a partir do final dos anos setenta, ocorreu com o aumento da participação de indústrias intensivas em recursos naturais, em detrimento da participação de indústrias intensivas em trabalho e dos setores intensivos em atividades tecnológicas mais complexas. Essas transformações, tornando o setor de bens intermediários dominante na estrutura industrial, implicaram em consideráveis mudanças tanto de ordem espacial quanto na relação com o meio ambiente, o que acarretou no desenvolvimento de uma indústria com maior potencial poluidor. O artigo apresenta os resultados sobre investimentos da indústria brasileira para o controle ambiental, tendo como informação básica os gastos realizados nas aquisições e melhorias de máquinas e equipamentos industriais destinados à redução de resíduos, controle da poluição ou para o atendimento de normas ambientais. As informações foram captadas pela Pesquisa Industrial Anual, realizada pelo IBGE que, relativa aos anos de 1997 e 2002, coletou informações sobre este tipo de investimento. Observa-se que nos anos pesquisados ocorreu um crescimento na ordem de 71% do número de empresas e de 98% no valor investido. O estudo mostra que, em ambos os anos, há uma alta concentração do valor investido pelos setores que mais podem ter contribuído para a degradação ambiental no país.

Suggested Citation

  • Frederico Cavadas Barcellos & Jurandir Carlos de Oliveira & Paulo Gonzaga M. de Carvalho, 2009. "Investimento ambiental em indústrias sujas e intensivas em recursos naturais e energia," Revista Iberoamericana de Economía Ecológica, Red Iberoamericana de Economía Ecológica, vol. 12, pages 33-50, Noviembre.
  • Handle: RePEc:rib:revibe:rev12_03
    as

    Download full text from publisher

    File URL: http://www.redibec.org/ccount/click.php?id=72
    Download Restriction: no

    Corrections

    All material on this site has been provided by the respective publishers and authors. You can help correct errors and omissions. When requesting a correction, please mention this item's handle: RePEc:rib:revibe:rev12_03. See general information about how to correct material in RePEc.

    For technical questions regarding this item, or to correct its authors, title, abstract, bibliographic or download information, contact: (Jesús Ramos-Martín). General contact details of provider: http://edirc.repec.org/data/ribecea.html .

    If you have authored this item and are not yet registered with RePEc, we encourage you to do it here. This allows to link your profile to this item. It also allows you to accept potential citations to this item that we are uncertain about.

    We have no references for this item. You can help adding them by using this form .

    If you know of missing items citing this one, you can help us creating those links by adding the relevant references in the same way as above, for each refering item. If you are a registered author of this item, you may also want to check the "citations" tab in your RePEc Author Service profile, as there may be some citations waiting for confirmation.

    Please note that corrections may take a couple of weeks to filter through the various RePEc services.

    IDEAS is a RePEc service hosted by the Research Division of the Federal Reserve Bank of St. Louis . RePEc uses bibliographic data supplied by the respective publishers.