Advanced Search
MyIDEAS: Login to save this article or follow this journal

Simulação da Dinâmica do Crescimento Econômico em um Modelo Kaldoriano-Evolucionário no Contexto da Economia Brasileira

Contents:

Author Info

  • Evaldo Henrique da Silva

    (Universidade Federal de Viçosa (DEE/UFV), Brasil)

  • Lia Hasenclever

    (Universidade Federal de Viçosa (IE/UFV), Brasil)

Registered author(s):

    Abstract

    O estudo das interações entre as mudanças tecnológicas, a competitividade industrial e o crescimento econômico é tema recorrente na literatura econômica. Neste artigo é apresentado um modelo de simulação que sintetiza as abordagens kaldorianas e evolucionárias. O crescimento da produção é liderado pelas exportações. Por sua vez, essa produção foi desagregada de acordo com as características do regime de aprendizagem tecnológica (ou regime tecnológico), o que permitiu a formação de três grupos taxonômicos industriais, mais um grupo dos setores de serviços, para os quais não foi apresentada uma proposta taxonômica. Com esses agrupamentos foi elaborado um modelo de simulação do tipo insumo-produto, cuja dinâmica emerge do crescimento das exportações mundiais e da evolução do market share das exportações e das importações. Os fatores determinantes desse market share decorrem do regime tecnológico prevalecente em cada grupo setorial. Em sua maior parte, esses fatores são determinados exogenamente. Em dos grupos, ocorre a realimentação cumulativa entre a produção industrial e a competitividade externa. Foram analisados dois cenários. Um deles cumpriu a função de benchmark, usado na calibração do modelo. O outro serviu para avaliar os efeitos das defasagens temporais e dos choques aleatórios, que foram incorporados aos gastos de consumo do governo. No exercício de simulação foram produzidos resultados inusitados. Entre eles está a observação de que as estimativas das elasticidades-renda são afetadas pelo intervalo das séries temporais, mantidos constantes os parâmetros estruturais do modelo. O outro foi a conclusão de que as taxas de crescimento das exportações não são a causa explicativa das taxas de crescimento da economia e que essas taxas, por sua vez, não são a causa explicativa das taxas de investimento. No geral, a incorporação de defasagens temporais e choques aleatórios nos componentes da demanda final impossibilitou a identificação das relações de causalidade entre as séries estacionárias do modelo.

    Download Info

    If you experience problems downloading a file, check if you have the proper application to view it first. In case of further problems read the IDEAS help page. Note that these files are not on the IDEAS site. Please be patient as the files may be large.
    File URL: http://www.anpec.org.br/revista/vol11/vol11n3p505_535.pdf
    Download Restriction: no

    Bibliographic Info

    Article provided by ANPEC - Associação Nacional dos Centros de Pósgraduação em Economia [Brazilian Association of Graduate Programs in Economics] in its journal Economia.

    Volume (Year): 11 (2010)
    Issue (Month): 3 ()
    Pages: 505_535

    as in new window
    Handle: RePEc:anp:econom:v:11:y:2010:i:3:505_535

    Contact details of provider:
    Postal: Secretaria da ANPEC Rua Tiradentes, 17 - Ingá Niterói, RJ 24210-510 Brazil
    Phone: 55-11-3091-6073
    Fax: 55-11-3091-6073
    Email:
    Web page: http://www.anpec.org.br/
    More information through EDIRC

    Order Information:
    Postal: Secretaria da ANPEC Rua Tiradentes, 17 - Ingá Niterói, RJ 24210-510 Brazil
    Email:
    Web: http://www.anpec.org.br/revista/

    Related research

    Keywords: Efficiency Inovação; Crescimento Econômico; Competitividade; Simulação;

    Find related papers by JEL classification:

    References

    No references listed on IDEAS
    You can help add them by filling out this form.

    Citations

    Lists

    This item is not listed on Wikipedia, on a reading list or among the top items on IDEAS.

    Statistics

    Access and download statistics

    Corrections

    When requesting a correction, please mention this item's handle: RePEc:anp:econom:v:11:y:2010:i:3:505_535. See general information about how to correct material in RePEc.

    For technical questions regarding this item, or to correct its authors, title, abstract, bibliographic or download information, contact: (Hugo E. A. da Gama Cerqueira).

    If you have authored this item and are not yet registered with RePEc, we encourage you to do it here. This allows to link your profile to this item. It also allows you to accept potential citations to this item that we are uncertain about.

    If references are entirely missing, you can add them using this form.

    If the full references list an item that is present in RePEc, but the system did not link to it, you can help with this form.

    If you know of missing items citing this one, you can help us creating those links by adding the relevant references in the same way as above, for each refering item. If you are a registered author of this item, you may also want to check the "citations" tab in your profile, as there may be some citations waiting for confirmation.

    Please note that corrections may take a couple of weeks to filter through the various RePEc services.